2 de ago de 2005

:: Efeito borboleta ::

Queria saber quem foi que disse que na internet não é preciso escrever em português correto. Não foi só uma vez que escutei essa justificativa para palavras como “descente”, “discursão” ou “opnião”. Se alguém reclama, é imediatamente rechaçado, rotulado como chato e antiquado. O certo é escrever AxIm, Di Um GeItu Ki SoH eH LeGaU sI nUm DeH pAh InTeNdE Nd. Simplesmente insuportável. Ou pelo menos a mim parece.

A moda é dizer que a internet é um espaço livre, e que por isso deveria comportar o que quer que seja que qualquer mente possa produzir. Parece difícil para algumas pessoas entender que o mesmo comportamento que têm aqui manifesta-se em todos os lugares. E se nem a internet tem de fato toda essa liberdade, muito menos têm o mundo físico. Isso é coisa que deveria parecer grave em dias onde as amizades virtuais são muito mais freqüentes que as físicas. Onde o namoro começa com o dedilhar no teclado ao invés da conversa ao pé do ouvido e da troca de olhares – exceto quando feitos pela webcam. Na imensa vitrine que são os computadores pessoais, muito pouco os produtos parecem preocupar-se com o próprio valor.

A mesma geração que compra e vende via net e que descarta uns aos outros com um delete é a geração que afasta-se assustada dos livros. Acham que a leitura é coisa chata, e não parecem perceber que é ela que agiliza o pensamento para tudo o mais. Mas o que, hoje em dia, requer pensamento ágil? O que requer empenho? O comodismo do on e do off transporta-se para todas as áreas da vida.

Dentro desse espaço livre há drogas à venda tanto quanto há livros. Há racismo. Há coisas que nem ao menos merecem ser citadas aqui. Tudo em nome de uma liberdade falsa, que aprisiona a alma de quem vê e se transforma em prisão real para quem a produz.

Uma pequena concessão traduz-se em grandes conseqüências.



•••

Um comentário:

Cris* disse...

Oi Renatinhuu meu amiguinhuu fofuu!! td be cm voxe?????? quiridu!!! =D
Imagina uma pessoa que fez Letras ter que aguentar esse tipo de coisa? Fico muito irritada, e tenho que me segurar para não reclamar com a pessoa. haha
"Ah, mas na internet pode."
"Ah, é linguagem de computador."
Nada. Quem escreve assim, normalmente fala assim. Falo isso porque tenho exemplos na minha própria família!!! Ahhhhhhhhhhhhh
A liberdade que a internet confere às pessoas faz acreditar que tudo é possível, e que tudo é normal. Normal, talvez. Mas não aceitável.
Bom, eu adoro internet, adoro computador. Posso ficar horas "brincando" no Photoshop, por exemplo. Pode rir, mas o photoshop me acalma. É minha terapia!!! haha
Agora, tento usar a internet para coisas úteis mesmo! rs Ficar horas na internet "à toa" já não faço mais, cansei. Tá bom, fiquei um tempão no Orkut hj, mas estava fazendo algo útil, juro! haha
(é sério.. quer um cachorrinho? rs... estou doando um poodle! postei em todas as comunidades de cachorro possíveis. haha)
Não, sério... Gosto de usar a internet para procurar coisas interessantes para ler, gosto de pesquisar sobre tudo. Para isso, a "bichinha" é ótima! :)
Chega, né.. mesmo pq tenho outros posts para comentar! Meus dedos são desvairados, mas nem tanto... ;D

BjInHuxxx aMiGuInHuUu!!!!! =D