4 de nov de 2005

:: Saldo ::

Foi a isto que chegamos?
Ao "olá" e ao "como vai", de estranhos no elevador?
De um "parabéns" a não mais que um "obrigado"?
Já sei mais do que pretendia.
A queria como via, como sabia, sem toda a realidade para me assombrar.
Não há choro que alivie quando há mais lembranças do que lágrimas.
Hoje eu queria muito que estivesse comigo.
Mas o que me resta é estar aqui, sozinho, com você.
•••

Nenhum comentário: