28 de ago. de 2006

:: Polaroid ::

E com isto que sinto, faço o quê?
Se não posso lhe dizer ao ouvido, que me ouça o mundo. Direi aos quatro ventos. Que atentem todos, se para você meu grito não mais se faz ouvir.

O que vê em mim, que não deixa que me enxergue? Tenho tantos lamentos que já não há palavras que cheguem para expressá-los.

Eu a vejo todo dia. Imagino se sente minha mão quando toco seu rosto, na foto que por descuido me deu.

Há de ser mais. Ainda que só aqui. Em mim. Só.


•••

2 comentários:

Anônimo disse...

certo q sim. d qq forma, ñ sei como!

sobre o seu txt: cara, vc ñ tá bem. melhoras.

Anônimo disse...

com essas palavras, impossível não se fazer escutar!!!! mesmo que baixinho....
amo!