17 de set de 2007

:: ( Intervalo ) ::

Agora vejo que todo esse tempo foi tempo que não tive, que não vi, que foi seu enquanto eu, sentado à última fileira, era meu próprio espectador.

O final do ato, insistente, recusava-se a chegar: a protagonista, estrela egocêntrica, regia de choros e risos meus minutos: levantava a cortina, que por vezes tentei baixar.

Agora, apresento o próximo ato, o meu: talvez monólogo, talvez comédia; mas, decerto, não um drama: das loucuras que vi, que vivi, estou farto.

Agora, vamos adiante.



...

Nenhum comentário: