14 de dez de 2009

:: Avatar ::

Então você acha que me conhece.

Porque riu comigo uma vez, em uma mesa de bar, e soube que prefiro os filmes que trazem mais perguntas do que respostas. E porque percebeu que prefiro não falar de mim quando já estão todos alterados por causa da bebida, e pouca distinção fazem entre as palavras ofensivas e as que cabem para falar de um amigo. Acha que me conhece porque eu disse que ainda não sei o que pretendo fazer comigo nos proximos cinco minutos ou vinte anos, ou porque soube que prefiro ouvir musica pesada quando estou sozinho para evitar que os pensamentos falem mais alto do que estou disposto a escutar.

Guarde sua caneta. Não há definição que se contente em qualquer palavra que possa sair dela.

Mas, se ainda assim lhe aprouver, sigamos. Entre um percalço e outro, talvez descubramos, juntos, mais uma ou duas verdades.

•••

Nenhum comentário: